TÉCNICA DE SUTURA SEPARADA

COM USO DO PONTO EM "X", DONATTI E SUTURA CONTÍNUA.

 

 

ESTAÇÃO PRÁTICA #2

Prof. Alberto Bicudo Salomão

 

 

 

OBJETIVOS:

 

  • DEMONSTRAR TÉCNICA DE SUTURA COM PONTOS SEPARADOS EM "X"

  • DEMONSTRAR TÉCNICA DE SUTURA COM PONTOS SEPARADOS TIPO DONATTI E VARIAÇÕES

  • DEMONSTRAR TÉCNICA DE SUTURA CONTINUA: CHULEIO SIMPLES, CHULEIO ANCORADO E VARIAÇÕES 

 

MATERIAIS NECESSÁRIOS:

 

  • LINGUA DE BOI (01 UNIDADE) DESCONGELADA E LAVADA

  • BANDEJA DE METAL (01 UNIDADE)

  • FIO COM AGULHA  TRIANGULAR  (CORTANTE) DE NYLON (PREFERENCIALMENTE NYLON, NA FALTA PODE SER DE OUTRO MATERIAL)  2.0 OU 3. 0  (05 UNIDADES)

  • KIT DE SUTURA: LAMINA DE BISTURI (01 UNIDADE), TESOURA RETA, PORTA-AGULHA, PINÇA DENTE DE RATO

  • LUVAS DE PROCEDIMENTO

 

 

TÉCNICA DE SUTURA SEPARADA

 

 

PONTOS EM "X"

 

Pode ser empregada na pele, em ponto único, para fechamento de pequeno ferimento ou em pontos múltiplos, em ferida maior. Tem boa ação hemostática.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

PONTO "DONATTI"

 

Muito empregada em sutura da pele, é particularmente útil em áreas onde há possibilidade de se instalar edema ou ocorrer sangramentos.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

TÉCNICA DE SUTURA CONTÍNUA

 

 

SUTURA CONTÍNUA - CHULEIO SIMPLES

 

 

Como sua congênere “separada” é de utilização ampla, devendo ser lembrado que não é recomendável o seu emprego nas suturas externas. É conhecida também como “CHULEIO”.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

SUTURA CONTÍNUA TIPO REVERDIN - CHULEIO ANCORADO

 

Eventualmente é denominada “FORD”. Tem o mesmo emprego e atributos de uma sutura por pontos simples contínuos, sendo, porém, superior em termos de segurança (todavia, causa maior isquemia). Cada ponto está ancorado no anterior e no posterior e as tensões são melhor distribuídas ao longo da linha de sutura. Por isso também é chamado CHULEIO ANCORADO.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

© copyright 2014 | Alberto Bicudo Salomao 

Todos os direitos reservados

SUBIR