Radiofrequência Eletrotérmica Intradiscal (IDET) no tratamento das Dores Lombares.

 

 

Método de pesquisa: 

 

Search MEDLINE/PubMed via PICO with Spelling Checker
Patient, Intervention, Comparison, Outcome 

 

Período de Busca:

 

Últimos 05 anos (2010-2015)

 

 

Estratégia PICO:

 

  • Patient Problem or Medical Condition: "LUMBAR PAIN"

  • Intervention: "IDET"

  • Compare to: "CONSERVATIVE"

  • Outcome: ---

Considerações sobre a Técnica:

 

Rupturas ou fissuras podem desenvolver-se no ânulo vertebral - revestimento exterior do disco intervertebral. As rachaduras podem ser devido a idade ou lesão. Nesta região há um rico suprimento de terminações nervosas. Fissuras discais podem, portanto, causar dor severa e crônica. Além disso, o tecido do disco interior (núcleo) tende a herniar, estimulando outras terminações sensoreas causando dor a partir de raízes nervosas.

 

A dor discal representa um potencial causa de dor lombar. A ruptura do anulo está intimamente relacionada a dor discal. Alterações degenerativas nas fibras de colágeno do disco intervertebral podem provocar aumento da instabilidade segmentar focal. A discografia provocativa È geralmente utilizada para identificar a dor discogênica, porém a sensibilidade e especificidade desse teste não estão bem definidas. Os principais tratamentos conservadores são a fisioterapia (calor terapêutico, massagem e exercícios), a manipulação da coluna, drogas antiinflamatórias, incluindo corticóides. O tratamento cirúrgico pode envolver a remoção do disco comprometido através de diversas técnicas como a inserção de próteses de disco ou fusão intervertebral. 

 

Na técnica em questão, o disco danificado é aquecido gradativamente até 90 graus celsius por 15 a 17 minutos na região da fibrose anular através de uma agulha circular inserida por um cateter orientado por fluoroscopia. O calor modifica o colágeno da parede do disco, provocando contração e aumento da espessura. Desse modo, haveria uma redução da deformidade do disco. Além disso, o calor poderia destruir os receptores de dor no interior da parede do disco. O tratamento é realizado sob anestesia local, com sedação moderada e em caráter ambulatorial. O paciente é orientado a utilizar um suporte lombar por 6-8 semanas após o procedimento e  recomendada-se a realização de fisioterapia e exercÌcios fÌsicos.

 

 

Resultados de Busca:

 

Effectiveness of thermal annular procedures in treating discogenic low back pain.Helm Ii S; Deer TR; Manchikanti L; Datta S; Chopra P; Singh V; Hirsch JAPain Physician; 2012 May-Jun; 15(3):E279-304. PubMed ID: 22622914[TBL] [Abstract] [Full Text] [Related]  

 

Using current criteria for successful outcomes, the evidence is fair for IDET and poor for discTRODE and biacuplasty procedures regarding whether they are effective in relieving discogenic low back pain. Since 2 randomized controlled trials are in progress on that procedure, assessment of biacuplasty may change upon publication of those studies. LIMITATIONS: The limitations of this systematic review include the paucity of literature and non-availability of 2 randomized trials which are in progress for biacuplasty. CONCLUSION: In summary, the evidence is fair for IDET and poor for discTRODE and biacuplasty is being evaluated in 2 ongoing randomized controlled trials.

 

Treatment of discogenic low back pain with Intradiscal Electrothermal Therapy (IDET): 24 months follow-up in 50 consecutive patients.Assietti R; Morosi M; Migliaccio G; Meani L; Block JEActa Neurochir Suppl; 2011; 108():103-5. PubMed ID: 21107944[TBL] [Abstract] [Full Text] [Related]  

 

The findings of this study suggest that durable clinical improvements can be realized after IDET in highly selected patients with mild disc degeneration, confirmatory imaging evidence of annular disruption and concordant pain provocation by low pressure discography.

 

Intradiscal electrothermal therapy in the treatment of chronic low back pain: experience with 93 patients.Tsou HK; Chao SC; Kao TH; Yiin JJ; Hsu HC; Shen CC; Chen HTSurg Neurol Int; 2010; 1():37. PubMed ID: 20847918[TBL] [Abstract] [Full Text] [Related]  

 

In conclusion, IDET offers a safe, minimally invasive therapy option for carefully selected patients with chronic discogenic LBP who have not responded to conservative treatment. Although IDET appears to provide intermediate-term relief of pain, further studies with long-term follow-up are necessary.

 

Intradiscal electrothermal therapy for symptomatic internal disc disruption: 24-month results and predictors of clinical success.Assietti R; Morosi M; Block JEJ Neurosurg Spine; 2010 Mar; 12(3):320-6. PubMed ID: 20192634[TBL] [Abstract] [Full Text] [Related] 

 

The findings of this study suggest that durable clinical improvements can be realized after IDET in highly select surgical candidates with mild disc degeneration, confirmatory imaging evidence of anular disruption, and highly concordant pain provocation on low-pressure discography.

 

 

Pareceres de Grupos de Trabalho, Câmaras Técnicas, Câmaras Temáticas e/ou Protocolos de Sociedades em nível Nacional:

 

GTA / UNIMED Belo Horizonte-MG. Data: Fev/2005.

 

A técnica IDET deve ser incorporada, com autorização prévia, mediante relatório circunstanciado do médico assistente com informação sobre o tempo de evolução da doença, terapêutica já tentada, inclusive especificando o tempo de fisioterapia, para as seguintes Indicações:

 

  • Pacientes com dor lombar de origem comprovadamente discogênica grave (ressonância e/ou discografia provocativa positiva): discopatia de protrusão discal mediana com ruptura do anel fibroso;

  • Persistência dos sintomas por mais de 6 meses;

  • Falha do tratamento conservador (analgésicos, fisioterapia, colete, clínica de dor, acupuntura, RPG, cinesioterapia específica)

 

Contra-indicações:

 

  • Lombalgia não discogência;

  • Hérnia discal extrusa;

  • Disco com perda de altura superior a 50%;

  • Instabilidade vertebral espondilólise, espondilolistese;

  • Cirurgias prévias no nível responsável pela dor;

  • Pacientes com idade superior a 55 anos.

     

As evidências à favor do uso desta tecnologia são escassas, havendo limitações em relação ao número de estudos e método dos mesmos.

 

Parece haver concordância em relação ao fato de haverem indicações restritas para o método, que deve ser reservado para pacientes extremamente selecionados, com degeneração discal moderada, confirmação por exame de imagem de ruptura anular e dor concordante com provocação através de discografia de baixa pressão. Não obstante, carecem estudos com follow-up a longo prazo mostrando resultado do método.

 

DATA DA REVISÃO: JAN/2015

 

 

© copyright 2014 | Alberto Bicudo Salomao 

Todos os direitos reservados

SUBIR