Leitura Recomendada

A abordagem diagnóstica e terapêutica da pancreatite aguda (PA) modificou-se significativamente, nos últimos 20 anos. A revisão da literatura reforça a importância de estratificar a PA em formas branda e grave, com o objetivo de definir o local e os recursos para o tratamento. 

Câncer Retal: Recorrência e Sobrevida similar na ressecção laparoscópica vs. ressecção aberta. N Engl J Med. 2015; 372: 1324-1332.

12 de Abril de 2015

As taxas de recorrência e sobrevida em três anos são semelhantes após laparoscopia vs cirurgia aberta para pacientes com câncer retal não-invasivo, de acordo com novos resultados do Trial COLOR II. O estudo foi publicado na edição de abril do New England Journal of Medicine.

Uso de Aspirina para proteção contra câncer colorretal pode depender de perfil genético JAMA. 2015; 313: 1.111-1.112, 1133-1142.

23 de Março de 2015

A capacidade da aspirina (AAS) e medicamentos anti-inflamatórios não-esteróides relacionados (NSAIDs) para proteger contra o câncer colorretal depende da composição genética de um indivíduo, de acordo com um novo estudo. Na verdade, as drogas não conferem qualquer benefício em algumas pessoas, e pode causar danos em outros.

Re-alimentação precoce com dieta oral de baixo teor de resíduos é superior a dieta com líquidos claros após cirurgia eletiva colorretal: estudo randomizado controlado Ann Surg. 2014; 260: 641-647.

24 de Fevereiro de 2015.

Mais uma evidência favoravel a re-alimentação precoce no pós-operatório de operações abdominais, dessa vez em um estudo randomizado demonstrando superioridade do emprego de uma dieta de baixo teor de residuos em relação ao uso de líquidos claros no primeiro PO de operações sobre o cólon.

Uso de anti-inflamatórios não esteroidais (AINEs) no pós-operatório pode aumentar o risco de fístulas anastomóticas. JAMA Surg. Published online January 21, 2015.

28 de Janeiro de 2015.

Segundo a conclusão de um estudo recentemente publicado on-line 21 de janeiro via JAMA Surgery,  pacientes que receberam anti-inflamatórios não esteroidais (AINEs), após cirurgia colorretal de urgência têm um risco aumentado de 24% para a fístula no pós-operatório, no seguimento de 90 dias.

Guidelines para diagnóstico e tratamento do câncer esofágico e gástrico. Gut 2011;60:1449 e1472.

Critérios atuais baseados em evidência para manejo de pacientes portadores de câncer esofágico e câncer gástrico. As recomendações foram  publicadas recentemente pelo periódico Gut, de  autoria do Dr. Willian H Allum e seus colaboradores ligados ao Department of Surgery, Royal Marsden NHS Foundation Trust, London, UK; School of Social and Community Medicine, University of Bristol, Bristol, UK; Northern Oesophago-Gastric Unit, Royal Victoria Infirmary, Newcastle upon Tyne, UK; Gastrointestinal Oncology Unit, Royal Marsden NHS Foundation Trust, London, UK e Department of Oncology,

University of Oxford, Oxford, UK.

Lavagem Laparoscópica é viável e segura para o tratamento de diverticulite perfurada com peritonite purulenta: Os primeiros resultados da Trial Randomizado e Controlado DILALA. Annals of Surgery. Volume 00, Number 00, 2014/December 8, 2014.

13 de Janeiro de 2015

Publicados os primeiros resultados do estudo multicêntrico randomizado e controlado, DILALA, onde a lavagem laparoscópica foi comparado com ressecção do cólon e estoma para o tratamento de pacientes apresentando diverticulite aguda Hinchey III (diverticulite perfurada com peritonite purulenta).

Diagnóstico e Terapêutica de Lesões Hepáticas Focais: ACG clinical guideline. Am J Gastroenterol. 2014;109:1328-1347.

17 de Dezembro de 2014

O Colégio Americano de Gastroenterologia (AGC) se propos em avaliar criticamente a evidência disponível em termos de abordagem diagnóstica e terapêutica de lesões hepáticas focais. São 39 recomendações, que envolvem tanto o manejo de lesões hepáticas sólidas quando de natureza cística. 

11 de Dezembro de 2014

Uma nova metanalise sugere mais um benefício potencial para a saúde da dieta mediterrânea. Nesta recente publicação, uma maior adesão à esta dieta foi associada com maior comprimento dos telômeros, um biomarcador de envelhecimento.

10 de Novembro, 2014

O American College of Gastroenterology emitiu diretrizes atualizadas sobre o diagnóstico, exames, nutrição e gestão de pacientes com pancreatite aguda (PA). As novas recomendações foram publicadas on-line 30 de julho e na edição de setembro do American Journal of Gastroenterology.

Cópia do: Apendicite Aguda: Cirurgia Aberta vs. Videolaparoscópica. Br J Surg. 2016; 103:144-151.

Existem diferenças nos resultados em pacientes com apendicite aguda tratados com cirurgia laparoscópica vs cirurgia aberta? Neste estudo feito na Holanda, os autores coletaram informações sobre o tratamento em 1378 pacientes adultos de 62 hospitais, cobrindo toda a população daquele país,  durante o verão de 2014. 

Nutrição enteral precoce ou sob-demanda na pancreatite aguda. N Engl J Med. 2014; 371: 1983-1993.

31 de Outubro de 2014

A alimentação por sonda nasoenteral no início do tratamento da pancreatite aguda não é mais eficaz na prevenção da infecção grave ou morte do que iniciar uma dieta oral após 72 horas de internação. Isso é o que nos mostra um estudo controlado randomizado publicado em 20 de Novembro de 2014 pelo New England Journal of Medicine.

Please reload

© copyright 2014 | Alberto Bicudo Salomao 

Todos os direitos reservados

SUBIR