QUAL A POSTURA DAS BANDAS EM TURNÊ NA EUROPA, FRENTE AO PERIGO DOS ATENTADOS TERRORISTAS?

November 19, 2015

É Lamentável o ocorrido nos últimos dias, em Paris, bem como a queda do avião russo no Egito, e  o barril de pólvora em que virou a Síria. Diante do perigo constante e eminente em que todo o planeta vivencia, algumas bandas e grandes artistas em turnê européia, se solidarizaram e tomaram posturas  para esta fase de grande instabilidade na Humanidade.

 

 

                               Eagles of Death Metal

 

 

A banda que se apresentava na casa de shows Bataclan, na noite da última sexta-feira, dia 13, em Paris, quando um grupo de terroristas invadiu o local, matando pelo menos 70 pessoas, decidiu retornar aos Estados Unidos. 

A banda optou por interromper uma turnê europeia na qual faria mais um show em Tourcoing, no norte da França, antes de seguir viagem para a Bélgica, no domingo, e depois para Alemanha, Suíça e Holanda. A excursão estava prevista para acabar no dia 10 de dezembro após um espetáculo em Portugal.

Além dos fãs que estavam na casa de shows Bataclan, em Paris, o Eagles of Death Metal perdeu um dos integrantes da sua equipe. Nick Alexander estava coordenando a venda de produtos da banda na sexta-feira, quando o local foi alvo do ataque terrorista que deixou 129 mortos. Ele também havia trabalhado com Alice In Chains e Black Keys. Alexander morava na Inglaterra e tinha 36 anos. 

 

 

 

                                     Foo Fighters

 
 

O grupo Foo Fighters anunciou na tarde do último sábado, dia 14, que cancelou os últimos shows da turnê "Sonic Highways" na Europa por conta dos ataques terroristas que assolaram Paris na noite de sexta-feira, dia 13. A banda de Dave Grohl tinha apresentações agendadas em Turin, na Itália, no dia 14, em Paris, na França, no dia 15, em Lyon, também na França, no dia 17, e em Barcelona, na Espanha, no dia 19.

"É com profunda tristeza e preocupação sincera por todos em Paris que fomos forçados a anunciar o cancelamento do resto da nossa turnê. Á luz desta violência sem sentido, o fechamento de fronteiras e o sofrimento, não podemos continuar agora. Não há outra maneira de dizer isso. Isso é uma loucura e uma droga. Nossos pensamentos estão com todos os que foram feridos ou que perderam entes queridos", disse a banda em um comunicado à imprensa.

 

                                                      

 

                                                          U2

 

 

O U2 também suspendeu o show que faria em Paris no último sábado, dia 14. 

O comunicado incluiu uma declaração oficial da banda, que estava em Paris, próxima às áreas onde ocorreram os diversos atentados. "Assistimos incrédulos e chocados aos eventos que se desenrolaram em Paris e mandamos nossos sentimentos às vítimas e suas famílias em toda a cidade. Estamos arrasados com as vidas perdidas durante o show do Eagles of Death Metal e estamos rezando pela banda e seus fãs. Esperamos e oramos para que todos os nossos fãs em Paris estejam a salvo."

 

 

 

                                                 Bob Dylan

 

 

Enquanto muitos artistas estão cancelando shows na Europa, em vista dos atentados em Paris e ameaças de repetição, Bob Dylan honrará sua agenda. No entanto, o cantor pediu reforço de segurança, com direito a homens armados. Serão 12 guardas extras em cada apresentação, alguns na entrada e outros próximos ao palco. A polícia também teve reforço exigido em cada nova parada

 

                                                    

                                                  

                                                  Scorpions

 

 

A turnê francesa do Scorpions está marcada para começar no dia 21 de novembro, em Lille, e o show de Paris está agendado para o dia 24 de novembro. De acordo com Matthias Jabs em entrevista ao site francês Le Dauphine, a banda não deve cancelar seus shows na França: "Do ponto de vista musical, não vamos mudar nada, as pessoas vêm para ver um show. Se mudarmos alguma coisa, seria ceder a terroristas. A música é e deve continuar a ser uma lufada de ar fresco", disse o guitarrista.

Jabs afirma ainda que a banda não tem medo, apesar dos acontecimentos. "Estamos chocados, como todo mundo, com o que aconteceu", diz o guitarrista. "Fomos todos afetados e irritados com a covardia de tal ato, mas não temos medo. Exceto, talvez, medidas de segurança, nós não queremos mudar nada."

 

 

                                                    Deftones

 

 

 

A banda , que esteve no Brasil em setembro deste ano para shows no Rock in Rio, no Rio de Janeiro, e em São Paulo, se apresentaria no Bataclan de 14 a 16 de novembro. Uma mensagem no Facebook oficial do grupo esclareceu que toda a equipe da banda está bem e lamentou a tragédia.

 

 
FONTE:  RODRIGO BRANCO - KISS FM

 

 

Please reload

Posts em Destaque

Maroon 5 e Aerosmith anunciam shows no Brasil fora do Rock in Rio

May 6, 2017

1/10
Please reload

Posts Recentes
Arquivo
Please reload